Sou o vento que anda...

Nídia Vargas Potsch

E flutua
por encantados
espaços ...
No meu embornal
carrego
sentimentos
e emoções
que vou espalhando
e soprando
a cada canto
do caminho ...
Para os Poetas
deixo o espanto
de maravilharem-se
com a magia
de ultrapassar toda
e qualquer fantasia ...

 


@Mensageir@
Rio, 11/03/10

 

 

Vento

Humberto - Poeta

Eu não gosto quando o vento
varre do chão os escolhos
e lança, em dado momento,
alguns ciscos nos teus olhos.

Esse vento não me agrada
pois em vão tentas contê-lo
quando, em súbita lufada,
desarranja o teu cabelo.

Irreverente e abusado,
reina, apronta e pinta o sete,
pois às vezes, malcriado,
leva embora o teu casquete!

Mas em tal atrevimento,
sempre há algo que distraia,
pois é lindo ver o vento
levantando a tua saia!

 

 

Sou o vento que voa

Roze Alves

Sou...Vôo
para muitas paragens,
sem parada certa,
nem mesmo incerta,
colhendo histórias
refazendo fatos perdidos,
vôo livre, sem ninguém
que me espere a volta,
recolho e me dôo.
Tem algo a me contar?
Um segundo na eternidade
já estarei aí a chegar ...


Amanhecer-M
RJ: 15/03/2010

 

 

Sou o Vento que Anda

Luiza S. Benício de Moraes

Sou o vento que anda
soprando abraços
balançando a folhagem
enlaçando teus galhos!

As vezes me escondo
ou brinco nas águs
levantando ondas...
sufando... sufando...

 

 

O Vento

Zenaide Giovinazzo

Na sua transparência,
o Vento, ora brisa suave,
ora lufada rebelde,
despe-se do seu manto de flores
e voa para dentro do meu ser
moldando meu amor profano
que solitário, treme de saudade!

SP/16/03/2010

 

 

Vento

Itana Goulart

A face me acaricia
nas minhas tardes vazias
olhando as ondas do mar
Espero o veleiro do amado
Que pelo vento embalado
Ansiosa espero aportar...

PerfumedeMulher™
RJ,16/03/2010

 

 

Ventania

JR Cônsoli

Venta vento no vendaval da vida
leva contigo as ilusões perdidas...
Mas vejas vento, que na vida a vir
não ventes tanto e deixas-me viver!

 

 

Sou o vento...

Jorge Linhaça

Quando calmo sou aragem
que afaga aos teus cabelos;
Quando corro na paisagem
se mais forte inspiro zelos

Quando irado: tempestade,
tudo levo em meus volteios
Seja no campo ou cidade
Sou terror dos teus anseios

Sou mocinho e sou vilão;
Sou alívio e sou tormento;
Aqui, dou-te a inspiração

Pra cantares nos teus versos
Sou o ar movente, o vento
Com meus efeitos diversos.

Arandu,17 de março de 2010

 

 

Eu sou o vento...

Socorro Lima Dantas

Eu sou o vento
que para bem longe
carrega as tuas tristezas,
renova a tua alegria,
sopra ao teu ouvido
palavras de amor,
quando estás indecisa
na vereda da vida.

Eu sou o vento
que recolhe tuas lembranças
da infância vivida,
adolescência sonhada
sentimentos esquecidos
passado distante...

Eu sou o vento
que carrega as tuas flores
com o aroma mais puro
que te fa sentir saudades
reviver o teu ontem,
em melodia suave,
mesmo que eu seja o amanhã,
eu estarei sempre contigo,
para rodear tuas emoções
e rechear a tua vida
com o frescor da paixão
na dança da ilusão.

Recife/PE
19/03/2010

 

 

VOLTAR