À Deriva... Como Folha ao Vento...
Nídia Vargas Potsch
 
 
E o barquinho das lembranças parte,
como folhas soltas ao vento,
levando recordações trazendo saudades...
 
Sonhos impossíveis que ficaram,
amigos queridos que debandaram,
e a doida solidão onde me isolaram...
 
Se ao menos pudesse contigo contar
Já seria um protetor e precioso alento
Mas o auto-exame me faz indagar, como...?
 
Se os segredos merecem ser divididos
porque não partilhar esta estranha sedução?
 

Rio, 12/12/2011
 
 
 
 
Formatação e arte Millie
SC 2013
 
 
 
 
 
 
 
...
............