Doce Saudade
Nídia Vargas Potsch
 
 
Candura envolve minh'alma, talvez fado!
Agasalha de ternura um sofrido coração.
Permanece no sorriso emocionado
que fartamente espelho com afeição
ao criar apaixonadas, pranteadas poesias,
no arrevesado das emoções...
 
São marcas de expressão que surgem
pelos labirintos criados no inconsciente
pelo desejo de permanência, além ...
Num esperar constante ... Impotente!
 
Se há saudade, simplesmente, é
porque houve amor, ainda que ausente.
Com certeza, valeu a pena amar!
E, no imaginário das emoções sobreviventes
que o Tempo se encarregou de adocicar ...
Lá permanecem ...
 
 


@Mensageir@
Rio, 4/07/2010

 

 

Tubes Ana Ridzi, NP e Nikita
Tutorial Yvonnepsplessen
Arte Fiinal Marise Ribeiro
 

 

VOLTAR