FÊNIX II
Nídia Vargas Potsch

Sonha, coração!
Reconquiste seu caminho
muito além das estrelas.
Exploda realidade! Voe alto!
Faça da Natureza em festa
a construção de um caminhar novo ...
E que esse palpitar de alma, único,
alcance o desabrochar da Vida,
como a borboleta que sai do casulo
deixando para trás seus medos,
sua dor, suas cinzas, ressurgindo,
bela e nova como uma fênix ,
porque o amanhã nunca morre.
Ele revive inteiro a cada pôr do sol,
com a Graça de Deus
 
 


 

 
 

  
 
 
 
Créditos:
Tubes
Ana Ridzi
Anny Tubes
 
 
Edição e Arte final Dea Maia