HORA DE HISTÓRIAS!
 

   CONTOS  DA  MINHA VIDA EM FAMÍLIA:



 
Um Lanche Muito Especial!

 Nídia Vargas Potsch

 

 

 
         Tio Dimas, um dos irmãos de vovó Albertina,
adorava fazer belas surpresas. Era um moreno galante,
trabalhador, boa pinta e que gostava muito de dançar.
Alegre, vivia cantarolando, pelo sobrado, suas músicas preferidas. Certo dia, pediu a tia Marietinha, irmã de vó Berta, que lavasse muito bem e areasse a bacia de alumínio onde eram quaradas as roupas brancas, principalmente as camisas do vovô. Ela caprichou na lavagem, pensou que ele iria usar a bacia para lavar algo especial... Quem sabe uma camisa nova para o baile
de Sábado a noite ? Ou talvez para encontrar uma namorada? Já era tempo deste menino pensar em se casar, disse para vovó que a tudo assistia.
        Mas qual nada, Tio Dimas pegou a bacia e para surpresa geral, saiu porta à fora ....rs ... O quê estaria acontecendo, se perguntavam intrigadas, vovó e titia? O que será que ele iria aprontar desta vez? Meia hora depois, quando ele retornou, trazia a bacia no alto da cabeça coberta com um pano de prato novinho ... e assoviava sua
música predileta como sempre ...uma figura hilária ...
Todos estavam intrigados com aquela atitude inusitada. Rs.
Colocou a bacia sobre a mesa da sala de jantar ... e chamou os sobrinhos, aos berros, de Hora do Lanche! Porque a mesa já estava posta para o lanche da tarde, com os mesmos quitutes de sempre, as mesmas guloseimas deliciosas da cozinha mineira de vovó.
Silenciosamente retirou o pano de prato de cima da bacia... e ... uma "cascara" de saborosas pipocas quentinhas, doces e amanteigadas, iam caindo sobre a mesa para delírio da criançada.
Podem imaginar cinco crianças ao redor de uma mesa de lanche, com uma bacia de pipocas das grandes, na frente delas, cheirando a mais não poder? Caindo pra tudo quanto era lado? Só mesmo o tio Dimas para ter uma idéia dessas.
Que gostosura! Este foi, garanto, um lanche inesquecível !!!
 
* * *
 
OBS:  São estas e outras lembranças que nos contavam em crianças e que fazim nossas vidas mais completas e felizes.  Que maravilhosas lembranças guardarei de ti,
 tio Dimas!
 
 
 
Com esta chuvinha aqui no Rio, um cafezinho e umas pipoquinhas até que "pegavam" bem... NVP.
 
 
 
   @Mensageir@
   RIO, 9/11/2001
 
 
COM CARINHO, Nídia.
 
 
 
 
VOLTAR