Ruínas da dor...
Nídia Vargas Potsch
(Indriso)



Espinhos ferem, marcas brotam n'alma
Tatuagens, mágoas que pesam, vincam o rosto,
Herança de um passado alegórico...


Quanto mais exploradas, maior desgosto,
Tentar esquecer, acordam lembranças,
Testemunhas mudas, cicatrizes em pedra...


Destroços ilusórios causam aflição redobrada...
Nos versos em prantos, a âncora eternizada!





@Mensageir@
Rio, 07/08/2011




Imagem: Serra do Roncador - Mato Grosso
Tube: Guismo
Arte e Formatação: Suelydam

 

 

 

Voltar