"Por onde quer que vás, leva o teu coração"
                                                    (Confúcio)




O que Peço à Poesia?
Nídia Vargas Potsch


Peço que me aceite, a mim, falível e mortal,
portanto, passível de erros...
Não pretendo nem lindas rimas,
nem métricas condizentes.
Peço licença e inspiração suficiente,
para num lapso de tempo,
do recôndito do minh'alma,
ser portadora das idéias infindas,
através das quais,
sua "Mágica Estrutura"
se apresenta capaz de atingir
e tocar corações e almas.

Que pela minha pena e mãos cansadas,
possa eu, transmitir e perpassar
emoções e sentimentos
sutis e verdadeiros,
num primeiro olhar atento,
sejam eles bons ou maus,
bonitos ou feios,
alegres ou tristes,
com suas próprias nuances de vida,
repulsa ou prazer,
mas que embelezem e encantem,
tornando a existência de quem me lê,
alegre, feliz e expressiva.


Peço-lhe que o conteúdo
daquilo que escrevo
pertença tão somente
ao Universo da Autenticidade,
levando reflexão, alento, paz e amor,
onde o lúdico prevaleça,
como um sorriso de criança,
nos lábios dos leitores interessados.


Por fim, Poesia,
agradeço-lhe, como sua humilde serva,
toda honra que me foi concedida.
Com a força da Suavidade,
e do Amor em todas as ocasiões,
que eu seja sempre
uma representante digna do Seu Nome!
Obrigada, Nídia.



@Mensageir@
Rio, 08/09/2007

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu recadinho

 

 

 

 

 

Tube: Thafs
Mask: 012
Wav: CD: Love Songs - Your Love Is a Miracle

 

 

 

 

Mapa do Site

 

 

 

 

 

 

Melhor Visualização: 1024 X 768                                                                                                                                                     Webdesigner: JoiceGuimarães