Amarelinha
Graça Ribeiro
 
 
Todos os dias o tempo vai se escoando
e os meus sonhos esticam as horas
 buscando palavras que consigam
dar corpo às minhas memórias
 
A poeta que teima em pular amarelinha
registra o céu e o inferno em suas letras
nesse complicado jogo da entrelinha
 
Graça Ribeiro
 
 
 
E nas entrelinhas vamos bordando
como em colcha de retalhos, juntando,
entramos nessa dança - A Roda da Vida!
 
E nessa estranha e inquietante acolhida
Amarelinha - De mãos dadas vamos pulando
 sem na linha pisar, deixamo-nos ficar, registrando,
versejando os sonhos a brincar de poetar...
 
@Mensageir@
 

 

Tutorial: Hilda Rosa

Tubes:  Ket México, MTM e Patries

 

Arte e Formatação :   Vanda Gigo