Menina de Tranças -I
Nídia Vargas Potsch
(indriso)
 
 
Feliz, espera o amor num cavalo branco
Compartilhar, dividir, alegrar-se,
Numa cumplicidade absurda e total
 
Para que o Amor, todavia, saia vencedor.
Poucos anos de prática e ainda não aprendeu
Fim do sonho, a vida  se torna uma ilusão...
 
Nem sempre sonhar, por sonhar, é saudável.
 
Conviver requer avaliar melhor as perspectivas...
 
 
 
 
 
 
Menina de Tranças -II
Nídia Vargas Potsch
(indriso)
 
 
Cabelos revoltos, tempo vôa célere
Menina moça cresce, adulta desponta
com vivências e experiências próprias.
 
Cada escorregão, uma falha, uma lição
Cada sucesso, motivo para júbilo e regozijo
E a alegria de discernir e saber escolher...
 
A vida é constituída por altos e baixos...
 
 Cada nova experiência, promessas e surpresas!
 
 
 

 
Menina de Tranças -III
Eugénio de Sá
(indriso)
 
 

Saltita pelo prado, qual gazela
A menina das tranças cor de palha
E os meus olhos brilham mais ao vê-la.
 
E o meu coração então salta com ela
Perante tanta beleza se aparvalha
Sem onde mais se ater que essa visão.
 
 
Menina das tranças, doce imaginário.

Mote de esperança que em mim se finara!
 
 
 
 
@Mensageir@
RJ - Port / 2016
 
Carinhosamente,
Nídia Vargas & Eugénio de Sá
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Gina Tubes - obrigada!
Claudia Viza - Obrigada!
 (¨`·.·´¨) Anna
     `·.¸ (¨`·.·´¨)Paes
     `·.¸.·´ 
 
 
 
...............................................