Quando o Amor se vai...

Nídia Vargas Potsch

 

Sombras escuras só pairam invertidas

Em noites de tempestades inesperadas.

Calculo que sejam mensagens cifradas

Que mostrem feridas nas despedidas.

 

Perderam-se Emoções e Sentimentos

Jogados ficaram em vários cantinhos

Partituras, flores murchas, carinhos,

Um a um foram-se todos os alentos...

Não importa o tempo que durar

Mas a saudade nua e crua vai ficar.

Talvez, com ela, consiga perceber

Dolorosa despedida foi aguentar.

Maior engano eximir-se de amar

Sem um amor é impossível viver!

Não Posso Viver Sem Você

 Tarcísio Ribeiro Costa

 

Nada na vida é linear,

Até nas coisas da alma,

Vem a falta de calma

Que são curvas do viver,

Na intolerância de crer

Nas trilhas da verdade...

A saudade é uma cruel dor,

Não por mera paixão

Mas nos refolhos do amor...

 

Veja as curvas da natureza:

O rios, as linhas do horizonte,

É curvo até o fimamento,

A luz corre em zigue-zague,

Qua nada se apague

Da nossa mente, porque tudo é belo...

 

Quando penso em você, meu amor,

Sinto-me sem norte, sem paralelo,

Tamanha a minha dor...

 

Continuemos nos amando

Mesmo que seja virtualmente,

Sinto muita tristeza, quando,

Sem explicação você se afasta de mim,

Não quero viver assim,

Não posso viver assim,

Sem você.

 

Edição de texto : Walkyria Garcia

09/11/2016

 

*Kodoiisch, Kodoiisch, Kodoiisch,Adonai Tsebayoth*

*Você faz a Vida acontecer no Agora. Faça valer a pena*

 

 

Voltar