Com o olhar seduzido pelo coração
reconhecemos, à primeira vista no outro,
emoções e sensações que nos envolvem
e o desejo arrebatador que nos assalta.
 
Ter uma alma contemplativa
requer esforço redobrado
para conseguir uma parceria condizente.
E, quando em parelha, reforçam-se
as cores do cenário a se partilhar.
 
A expressão de alegria e gozo
que surge nas faces, é real,
espelhada pelo sorriso de cumplicidade
sempre aflorando os lábios,
 sorrateiramente,
que muitos nem conseguem perceber...
 
É o tal do silencio a dois,
 mescla de convivência,
sedução, aflição,
atração, conivência,
divisão de tarefas,
síntese de sentimentos
germinados e irmanados d'almas,
 acondicionados num baú de felicidade,
reunidos e combinados
 por dois seres amantes
que se adornam
 com infinda ternura de viver...
 
Eis aí as tonalidades requeridas
 que são necessárias
para uma maior vibração do gostar,
fazendo com que o Verdadeiro Amor
entre na Dança do Festival da Vida!
 
E quando o amor se colore de Festa,
exibindo as belas cores
de um brilhante arco-íris,
Tudo fica Maravilhosooooooo...
 
 
 
@Mensageir@
Carinhosamente, Nídia.
 
 
 
 
Arte e Formatação:
AugustaBS
 
 
 
VOLTAR