"O amor é o fenômeno mais próximo da meditação: os amantes abandonam suas máscaras, são uma alma dentro de dois corpos."
                               OSHO


 

Porque te Amo!
Nídia Vargas Potsch


Caminhando... Me pergunto:
Pelas vielas do meu pensamento
Sempre busco a ti,
Meu refúgio, meu acalanto...
Por quê ?

Porque te amo!

Procuro-te em cada esquina
Do meu pensar
Em todo e qualquer
Atalho invisível
Reviro meus passos
 Retorno, e através
Do ainda inexplorado
Torno a ir
Sussurando um nome
Em sua direção...


Porque te amo!

Vejo-te em cada
Rosto sonhado
Em cada imagem
Que observo
Em mares, lagos ou rios
Procurando-te
Ao menos o teu reflexo
 No espelho d'água formado...


Porque te amo!

Sigo afoita e resoluta
Teus passos
Pegadas frescas
À procura dos teus abraços
Se bênção
Ou redenção, não sei
Porque teu caminho
Difere do meu...

Porque te amo!

Chamo-te 
A todo instante
Pensando
 Se irás me escutar
Enquanto ando 
À tua procura 
Em várias direções...


Porque te amo!

Se fosse eu um zangão
Correria atrás do mel
Da minha abelha rainha.
Mas, teus passos enveredam
 Por antigas lembranças e trilhas
Sempre à cata
De saudosas emoções 
E velhas sensações
Que infelizmente
Não combinam em nada
Com a minha jornada!



@Mensageir@
RJ/2016 - refeito

 

 

Art/ Formatação:

Dama Misteriosa

Tube:

Enviado por grupo de trocas.

 

Voltar