" Onde quer que vás, leva o teu coração! "
                    Confúcio
 
 

 
 
 
 
 Sentimentos
                  Entrelaçados!
Nídia Vargas Potsch
 
 
 
Será que tem que ser assim?
Cada um pro seu lado. Ponto final!
E o coração como fica, por fim,
Neste arranjo estranho e banal?
 
Sou amada, muito amada, mas
 Não desejo a oferenda desse amor.
Não bate com a pele, não tem calor...
 
Em compensação, eu amo demais e
 Penso sempre, como pode um amor antigo
  Sem nenhum trato, tanto tempo vingar...
 
Tu, amas outra mulher, que não quer saber
E não te quer, por amar outra pessoa
Que diz ser muito boa e leva no coração.
 
É... A Roda da Vida...
 Tecendo intrincadas emoções!
Uns de um lado, outros do outro
 Todos a sofrerem desilusões...
 
E como ficamos todos nós
Sem nenhuma forma de acordo plausível?
As lágrimas rolam, o sofrer é intenso!
Não adianta fugir, renegar, espernear...
 
O Amor Maduro, com o findar dos anos
Tem pressa e ainda mais necessidade
De aconchego e carinhos humanos!
 
 
 
@Mensageir@
COM CARINHO, Nídia.
 
 
 
* * *