Essa sua barba...
Nídia Vargas Potsch


Fico assim e fantasio
quando penso me arrepio,
em roda inútil, flutuo e sorrio,
pareço gata no cio.


Sua barba a me roçar
os seios ou a nuca
a me deixar maluca
querendo te amar.


Atiça minha imaginação
vai do delírio ao tesão.
Tórridas sensações deixa fluir
que de há muito desejo sentir.


Sinto o cheiro suave, gostoso,
ao toque macio e dengoso,
a textura acetinada, desejada,
com imenso carinho a ser apalpada.


O que vai ser de mim
com esta loucura?

Impossível resistir...





@Mensageir@
Rio, 19/04/2009




Art by M@SW

 

 

Voltar