Da Série:
Palavras da @Mensageir@:
 
 
 
"Não importa o que fizeram com você,
importa é o que você fez do que fizeram com você?
                                             Jean Paul Sartre
 
 
 
 
 
Esperança & Solidão
Nídia Vargas Potsch
 
 
 
 
Quando a Esperança cruzar o seu caminho, doida para se mostrar, pra lhe embalar, corre pra ela, deita em seu colo, se deixe ninar... Talvez assim, com este mimo, com este aconchego, você consiga ultrapassar estes obstáculos que o impedem de ver mais adiante, ou chegar à resolução de problemas que esgotam seu pensar, ou, ainda assim, superar a falta de alguém de sua convivência, parente, amigo ou mesmo um par. Mas, se não conseguir, não se desespere, não se amofine... Para tudo dá-se um jeito! Não há nada como um dia após o outro.
O Tempo cura todas as feridas! Nossos males não duram pra sempre!
 
Solidão!  A gente aprende a conviver com ela... Basta ter paciência  para compreender seus meandros, detalhes que nos escapam. Afinal, ficar só, não é de todo ruim, não é um mal em si... Pode-se meditar profundamente ou superficialmente, como se desejar.  Mas o pensamento acaba nos levando  a querer enxergar nosso interior. A querer esmiuçá-lo, a querer aperfeiçoar  aquilo que pensamos ser e que somos. Isso é essencial para o caminhar livre e seguro de si. Para o caminhar pleno e feliz. Só se vive plenamente e consciente de si, quem aprende a se conhecer e conviver com seu Eu e suas manias e por tabela, aprende a conhecer, gostar e respeitar seus semelhantes,  seus amigos. E por que não dizer, seus inimigos também? A Vida é uma troca constante de aprendizado!
Ninguém precisa se isolar, ao contrário, devemos estabelecer laços e conquistar amigos, com afeição, partilha e cumplicidade. Deste modo, nos ajudaremos, neste torvelinho que se chama Existência! Nada além e mais do que isso! Basta percebermos, refletirmos e  seguirmos os ditames do nosso Coração,  guiados pela "boa e velha" Razão.
 
 
Rio, 2008/2013
 
@Mensageir@
Carinhosamente. Nídia