Lições de vida...  Lição de casa!
        Nidia Vargas Potsch
 
 
 

É... Você se aborrece! Maltrata, esperneia, se enfurece, como tigre enjaulado, pra lá e pra cá, remoendo ressentimentos... Cria um muro de silêncio ao seu redor, não responde quando indagado, maneira indelicada de mostrar falsa indiferença...
É... Você se aborrece! Por tão pouco... por quase nada... Por palavras que não lhe agradam, explode sem razão aparente... Há tanta gente que gostaria de estar no seu lugar, apreciar tudo de belo que tem e não dá importância, o mínimo valor...
É... Você se aborrece! Enquanto se isola e se aborrece, amizades, amor verdadeiro, emoções como cumplicidade e partilha, não se fixam em seu coração, vão se evaporando de sua vida por demais solitária e partem de roldão... Já se deu conta que pode perder a viagem? Até quando?
É ... Você se aborrece! E se esquece de viver intensamente! Viver por inteiro! Mergulhar de cabeça! Não consegue enxergar as Dádivas e Presentes que a Vida lhe ofertou. Agradecer? Fora de questão, não? Nem lhe passa pela cabeça!
Não percebe, que o Tempo é o Algoz que passa, independentemente, do nosso querer... mesmo a nosso pesar.
E você, se lança atrás do Trem da Vida... Que lástima!
 
 
Carinhosamente,
@Mensageir@
Rio, 2007/2013
 

 
 
 
 
 
 
 
 
Créditos:
Tubes:
Mou
 
 
Edição e Arte
Dea Maia