Palavras da @Mensageir@:
 
 
Sentimentos profundos são, quase sempre, vivenciados no intuito de guiar e liberar as emoções, que ficam reprimidas em todos os momentos de reflexão. É algo que não se pode e não se deve evitar porque os relacionamentos, tanto de amor como de amizade, variam de acordo com a capacidade de interagir de cada um de nós.
Existem, por assim dizer, infindas possibilidades no agir humano, como: dificuldades ou não, na troca de interesses, devido às escolhas de cada um de nós, que envolve caráter, personalidade, desejos, sonhos, ideais, e muito mais... 
Uns optam pelo que lhes dá maior prazer, outros jogam com uma maior gama de possibilidades como a delicadeza no trato do outro, a troca de idéias, de conselhos úteis, etc. Sendo mais flexíveis e atentos para harmonizar e combinar seus desejos com suas atividades diárias, não ultrapassando certos limites.
Devemos ficar atentos aos limites que são necessários para não invadirmos o Espaço do outro, sem sermos convidados para adentrar essas  intimidades.
Acolher quem precisa de apoio emocional, pode ser uma boa, mas não é tudo. Ajudar é imprescindível, mas "carregar a cruz alheia" é opcional! 
Devemos pesar bem os prós e contras, ao nos "metermos" na vida alheia... sem sermos convidados a opinar!   Como uma condição para se exercer condignamente a arte de bem viver, poderemos tentar ajudar, mas não nos esqueçamos jamais do diálogo, que é fundamental para um bom entendimento. Pois não devemos nos esquecer e nos descuidar também de nós mesmos...
Amizade é coisa séria! Entendimento e Partilha, fundamentais! Nunca minimize críticas ou sugestões. Pondere e fique atento!
 
 
 
@Mensageir@
Rio, Fev/2015
Carinhosamente, Nídia.
 
 
 
 
 
 
VOLTAR