Palavras da @Mensageir@:
 
Quanto vale amar!?
Nidia Vargas Potsch
 
 
Quando se ama intensamente é possível se entregar aos mais profundos desejos e fantasias. É comum haver sonhos sensuais, situações idealizadas e queridas. É dever do apaixonado, extrair ao máximo da intensidade das emoções desses sentimentos e aproveitar tudo, toda sua amplitude e grandeza. para incrementar bem a relação a dois. Doar-se é fundamental!
 Mas querer que esta relação seja apaixonada e muito segura, é brincar com a sorte, é um dos maiores erros que se comete, um conflito sem tamanho. É contraditório querer estabilidade numa paixão, ela por si só é complexa e multifacetada. E ninguém controla emoção ou sentimento humano. É preciso saber distinguir suas prioridades e desejos. Principal,ente o tipo de relação que deseja ter...   (  Superficial ou Não )
 Para se viver em concordância com o outro, alguém, mais cedo ou mais tarde, terá que ceder. Por vezes o que realmente importa não é o que você fez, mas o que você deixou de fazer, pense sobre isso. Tente compreender que os ganhos de uma boa convivência são maiores quando sua atenção está realmente voltada para o outro.
 Não idealize! Ao idealizar as pessoa são colocadas em pedestais de perfeição, ignoram-se seus defeitos, suas dificuldades e também as fragilidades.
Não divinize ou fantasie algo que está bem distante da realidade, encare os sentimentos, as emoções e seus subsequentes problemas que são reais, para evitar futuras frustrações desnecessárias. Tente ver e gostar do outro como ele é, como todos nós somos, aliás, com defeitos e inúmeras qualidades. Amar vale muito!
 Não se esqueça que Amar é doar-se, partilhar e ter cumplicidade nessa parceria!
 
 
@Mensageir@
Rio, Mar. / 2016
 
Carinhosamente,
Bjkssssss, Nídia.

 

 

 

 

 

 

Voltar