O Velho Realejo
Nídia Vargas Potsch
(Rondel)




Só um ínfimo instante não embala
O muito do sonho e do desejo
Que se esconde atrás da mandala
Sinistra ilusão que não almejo


Querer do qual ninguém fala
Prática sutil e de difícil manejo
Só um ínfimo instante não embala
O muito do sonho e do desejo ...


Com certeza se consegue manipulá-la
Se descobrir e acertar num ensejo,
Como se entrelaçou antiga e nova fala
Que surgiram num roto e velho realejo ...
Só um ínfimo instante não embala!




@Mensageir@
Rio, 25/02/2010

 

 

Imagem jpg: Google

 

 

Voltar