Defeitos e imperfeições!
Nídia Vargas Potsch
(Soneto)




Laços rompidos dos muitos abraços
Que nos tornavam unos e poderosos.
Desmancharam-se os nós em entrelaços
Presos a devaneios mais que calorosos.


Ficamos soltos no cais da vida. À deriva!
Ao sabor do tempo, na canção da Vida.
Inclemente espera, calejada, sofrida.
Seria a tão liberdade pretendida?


Na instabilidade dos erros cometidos
Com as verdades, silencio que fala e cala
A certeza de que a lição a ambos serviu.


Olhares perdidos, feridos, oprimidos...
Nesta mescla de emoções em desvario, só
Caberá a nós um desafio... Quem mentiu?!




@Mensageir@
Rio, 17/06/2009

 





Tutorial: Jaque Argentin
Tube: Psp_Jet
Wav: Shirley Bassey-What now my love

 

 

 

Voltar