Diga-me se devo!
Nídia Vargas Potsch
 
 
Amar e ser amada, desperta o prazer!
Troca sublime invade a alma desejada.
Explodir como amizade ou bem querer
Partilhar doce emoção, se ver cuidada.
 
 
Sonhos e planos não são pro porvir
Sensações e desejos liberam o imaginário
Há que se somar e nunca diminuir
Ser feliz agora é mais que necessário.
 
 
Inquietações vagueiam soltas a acender
o compasso da poesia, suspiros, emoções
e como melodia inacabada, soa mal .
 
 
A Razão ordena ao Coração se submeter
 Intimida mas estimula a nova sensação:
 tomar juízo a todo custo, recomeçar, afinal...
 
 
 
@Mensageir@
Rio, 29/03/2010
 
 
Com carinho, Nídia.
Com Muito Amor no Coração!!!
 
 
* * *