O Amanhã nunca morre
Nídia Vargas Potsch



Quando teus braços ao meu redor
Em mágico sonhar me encontram
Olhos se fitam, bocas se administram
Apoderando-se do que sabem de cor.


Sempre em ti pensando a cada passo
Vou reflexão em reflexão te desejando
À procura do teu carinho até quando?
Não consigo acertar esse descompasso.


Seja sisma ou um destino verdadeiro
Quero-te comigo, meu velho guerreiro
Pra confortar e aquietar meu coração


Se a Esperança conosco segue primeiro
Porque renasce no coração por inteiro
O amanhã nunca morre sem definição!




@Mensageir@
Rio, 29/01/10

 

 

 

Imagem jpg
Wav: Barbra Streisand & Il Divo - Evergreen

 

 

 

 

Voltar