O FASCINANTE UNIVERSO
DAS ARTES D'ALMA
 
Nídia Vargas Potsch

Impressionismo no Brasil
 
 

Pintura Impressionista – Artistas brasileiros do Impressionismo
 

Sem dúvidas nenhuma de que um dos artistas brasileiros mais importantes no período de chegada do estilo de pintura “Impressionismo” no país foi o talentoso pintor e designer Eliseu Visconti, pois fez várias exposições e apresentações de suas obras, e também chegou a um nível de reconhecimento muito alto, alcançando o lugar de professor no lugar de Henrique Bernardelli na Escola Nacional de Belas-Artes do Rio de Janeiro.

 

Principais pintores impressionistas brasileiros:

 Eliseu Visconti, Almeida Júnior, Timótheo da Costa, Henrique Cavaleiro, 

Vicente do Rego Monteiro, Washinton Maguetas.

Para não ficarmos repetitivos, escolhemos apenas dois deles. Visconti e Maguetas. Veja na pág. da Academia, Pintores Academicistas do Brasil, por onde começaram.
 
 

                                                  

Eliseu Visconti

Foi pintor, desenhista e designer ítalo-brasileiro. Nasceu na Itália e a familia imigrou para o Brasil em cerca de 1875 e se radicaram no Rio de Janeiro.

Ativo nos Séc. XIX e XX, considerado um dos mais importantes artistas brasileiros do período. Em 1893 Venceu o primeiro concurso da República para o prêmio de viagem ao estrangeiro, indo para a Europa. Onde um ano mais tarde seguiu para a França.

 
  
 
 
Caricatura em duas épocas
 
 
 
Assinatura
 

De temperamento inquieto e espírito aberto às inovações, Eliseu mostrou em importantes trabalhos do período de formação na França, influência dos movimentos simbolista, impressionista e art-nouveau.

                                                                      
  
 
 
                                                                  Recompensa de São Sebastião
 

 Morto em 15 de outubro de 1944 em seu ateliê em circunstâncias não totalmente esclarecidas, sua atualidade permanece, retratada em obras com tal grau de versatilidade que, se o colocaram como o mais expressivo representante do impressionismo e figura exponencial no surgimento da pintura moderna, revelam-no também como pioneiro do design no Brasil.

 

  Paisagem

Moça no trigal

Paisagem com casa

 

 Mulher no portão

  Aquarela 

 Mulher e carrinho de bebê

 

  Roupas estendidas

 

  Plafond do Teatro municipal - RJ

 Fundos de Casa

 

Ladeira dos Tabajaras

 

                    

                  

 
 
Washington Maguetas
( pintando )

Washington Maguetas é um artista que desde cedo desempenhou papel definido no ofício das Belas Artes, tendo seu trabalho baseado no aprendizado pela observação e prática. São mais de 50 anos de vivência artística, que lhe conferem a condição de Mestre. Nascido em 05/julho/1942, em Taquaritinga, São Paulo. Maguetas tornou-se professor de desenho e pintura desde 1960. Sua principal atividade sempre foi a pintura, também tendo criado músicas (letras e melodias), esculturas e poesias.
 
 
 
Maguetas e o nu

A arte de Maguetas é intimamente ligada à história do impressionismo no Brasil e no mundo. Passou uma grande parte de sua vida na busca árdua da cor, da harmonia, da sombra e da forma perfeita.
O impressionismo surgiu espontaneamente, porque veio da necessidade de reproduzir os momentos rapidamente, conservando a luz natural em cada cena. As cores, tons e luzes são brasileiras, assim como a maior parte das paisagens, classificando seu trabalho como um “Impressionismo Tropical”.
 
 
 
 
Maguetas pintando
 
Poucos artista brasileiros se destacam no estilo impressionista, sem dúvida temos vários artistas que produzem quadros maravilhosos no estilo mais famoso e cobiçado no mundo das artes, o impressionismo.
 
 

 

 

 

                           
 
Paisagens com moças e mulheres
 
 

 

 

                                  
                   
 
Paisagens diversas com mulheres, crianças, casario  e barco
 
 

Passeio da tarde

    Primavera

   

 

                                                                   
 
Alameda de jardim
 
 

 Caracteristicas da pintura impressionista
 
A pintura deve mostrar as tonalidades que os objetos adquirem ao refletir a luz do sol num determinado momento, pois as cores da natureza mudam constantemente, dependendo da incidência da luz do sol;
é também, com isto, uma pintura instantânea (captação do momento), recorrendo, inclusivamente, à fotografia;
as figuras não devem ter contornos nítidos pois o desenho deixa de ser o principal meio estrutural do quadro, passando a ser a mancha/cor;
as sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é a impressão visual que nos causam. O preto jamais é usado em uma obra impressionista plena;
os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com a lei das cores complementares. Assim um amarelo próximo a um violeta produz um efeito mais real do que um claro-escuro muito utilizado pelos academicistas no passado. Essa orientação viria dar mais tarde origem ao [pontilhismo];
as cores e tonalidades não devem ser obtidas pela mistura de pigmentos. Pelo contrário,devem ser puras e dissociadas no quadro em pequenas pinceladas. É o observador que, ao admirar a pintura, combina as várias cores, obtendo o resultado final. A mistura deixa, portanto, de ser técnica para se tornar óptica;
preferência pelos pintores em representar uma natureza morta a um objeto;
Valorização de decomposição das cores.
 
 

Concluindo:

 


Os efeitos ópticos descobertos pela pesquisa fotográfica, sobre a composição de cores e a formação de imagens na retina do observador, influenciaram profundamente as técnicas de pintura dos impressionistas.

Eles não mais misturavam as tintas na tela, a fim de obter diferentes cores, mas utilizavam pinceladas de cores puras que colocadas uma ao lado da outra, são misturadas pelos olhos do observador, durante o processo de formação da imagem.

Os impressionistas retratam em suas telas os reflexos e efeitos que a luz do sol produz nas cores da natureza. A fonte das cores estava nos raios do sol. Uma mudança no ângulo destes raios implica na alteração de cores e tons. É comum um mesmo motivo ser retratado diversas vezes no mesmo local, porém com as variações causadas pela mudanças nas horas do dia e nas estações ao longo do ano.

O Impressionismo mostra a graciosidade das pinceladas, a intensidade das cores e a sensibilidade do artista, que em conjunto emocionam quem contempla suas obras.

 


 
 Impressionismo
Nidia Vargas Potsch
( indriso )

No contraste supremo de Beleza e Cor
A linguagem poética é recheada de lembranças.
Matizes multicoloridos pincelam nossas vidas..

Naturza brilha nas cores solares do Impressionismo
E nuances de todos os tipos nos marcam.
Numa cromia de Luz, Paz e Amor...

Onde há luz, a cor está sempre presente.
Vida sem colorido, Alma sem Poesia!

Mensageir@
Rio, Abr/2014
 
 
 
Vídeos:
 
 
http://youtu.be/tvp0mtZNApQ   Eliseu Visconti  
 
http://youtu.be/3ZvjTcsAdG4     W. Maguetas
 
http://youtu.be/Ec7d2gzz-6Y   W. Maguetas  - Cores do Sentimento
 
http://youtu.be/TlVJoEOALeo  O impressionismo na Europa e no Brasil  ( narrado )
 
 
 
Este é o 2º Capítulo  - Parte 2 - que lhes apresento
para o ano de 2014.
O Impressionismo e seus Pintores Brasileiros
Qualquer pergunta ou dúvida, por e-mail, ok?
Até lá e Obrigada, Nídia.
 
 
 
Créditos:
 Texto e compilações: Nídia Vargas Potsch
 Arte, Formatação : Mara Pontes
 Indriso: Nídia Vargas Potsch
 
 Bibliografia:
 
 1) Apostilas do Colégio Pedro II
 (Organizada pelas Profas. de Artes Visuais do Colégio, onde me incluo)
 2) Arte Comentada - Carol Strickland, Ph. D
 3) Para entender a Arte - Robert Cumming - Ed. Ática.
 4) A Arte de ver a Arte - Susan Woodford - Círculo do Livro - Univ. de Cambridge
 5) Twenty Names in Art - Alan Blackwood
 6) Oa impressionistas - Edouard Manet - Ed, Globo
 7) História Geral da Arte - H. W. Janson
 8) História da Pintura Ocidental - Juliet Hesle Wood
 9) Explicando a Arte - Jô Oliveira e Lucília Garcez
 
 Fontes:
 Consultas e Fontes: Wkipédia.
 Imagens e textos auxiliares do Google.
 Videos - Youtube
 Música : Reverie - Debussy
 
 
 
 
 
 
 
Pintura: Angel Esteves - Galícia - Espanha

Agradecimentos:
A todos que contribuíram
para que este trabalho se tornasse possível,
Às duas Amigas e Poetas
Luli Coutinho, Marilda Conceição,
e às Webdesigner, Joice Guimarães e Mara Pontes
Meu profundo reconhecimento e carinho, Nídia.
 
 
 
 
 
VOLTAR